INSCRIÇÕES ENCERRADAS! Faça sua pré-inscrição abaixo e tenha prioridade na hora de garantir sua vaga para a próxima viagem.  

3ª EDIÇÃO

16 A 22 DE SETEMBRO
Santarém - Pará

O verão amazônico está chegando e com ele vem a 3ª edição da Expedição Amazônia!

 

Nosso roteiro imersivo de 7 dias une turismo comunitário e turismo de voluntariado para proporcionar uma experiência verdadeiramente transformadora para você.

Quando? Entre 16 e 22 de setembro de 2018

Onde? Santarém - Pará

Turismo responsável

Junte-se a nós na Reserva Extrativista Tapajós-Arapiuns em Santarém/Pará e vivencie a cultura das tradicionais comunidades ribeirinhas amazônicas por meio de atividades culturais guiadas pelos próprios moradores.

 

Essa é uma oportunidade de conhecer realmente como vivem as pessoas na maior floresta tropical do mundo e, ao mesmo tempo, contribuir para o desenvolvimento local através do turismo social.

Contribuição socioambiental

Para gerar maior conexão com nossos anfitriões e com a mata, atividades de voluntariado planejadas em parceria com o celebrado Projeto Saúde e Alegria compõem o roteiro.

 

Vamos construir os módulos do viveiro de mudas, necessários para abrigar as cerca de 150 mil novas mudas que darão origem a árvores nativas na reserva.

ROTEIRO

Dia 1 – 16/09 - domingo

8h30: Transporte em veículo privado saindo de Santarém com direção a Alter do Chão, onde pegaremos o barco que nos levará até a RESEX (aproximadamente 3h no total). Atividades introdutórias no barco.

12h: Chegada na RESEX e transporte para o CEFA. Instalação nos dormitórios.

13h: Almoço.

15h: Transporte para a comunidade de Vista Alegre do Capixauã para participar do ritual indígena da dança do tipiti.

18h30: Retorno ao CEFA.

19h: Jantar e noite livre.

Dia 2 – 17/09 - segunda-feira

7h30: Café da manhã.

8h: Atividades de voluntariado: início do trabalho de construção dos módulos do viveiro.

12h: Almoço e pausa para descanso.

14h: Farinhada: processo de manufatura da famosa farinha de mandioca, tradicional da região, a ser apresentada por uma família local. Oportunidade de colocar as mãos na massa e produzir um pouco de farinha para levar para casa.

19h: Jantar.

20h: Cantorias e causos com Livaldo Sarmento, grande artista da RESEX.

Dia 3 – 18/09 - terça-feira

7h30: Café da manhã.

8h: Atividades de voluntariado: trabalho de construção dos módulos do viveiro.

12h: Almoço e pausa para descanso.

14h: Atividade lúdica na escola do Carão e oportunidade de conhecer um pouco da comunidade na companhia de um dos comunitários que ali residem.

19h: Jantar e noite livre.

 

Dia 4 – 19/09 - quarta-feira

7h00: Café da manhã.

7h30: Partimos para um passeio de barco pelo rio Arapiuns: transporte em veículo do CEFA até a comunidade de Arapiranga, onde pegaremos as bajaras (tipo de barco) para passeio de dia inteiro com destino à um dos locais mais belos da região, a Ponta Grande, onde permaneceremos até o horário do almoço, que será realizado na comunidade de São Miguel (incluído), onde também vamos participar de uma oficina de artesanato ministrada pelo grupo de artesãs da comunidade.

16h: Retorno à Arapiranga para pegar o transporte de volta ao CEFA.

19h: Jantar e noite livre.

Dia 5 – 20/09 - quinta-feira

7h30: Café da manhã.

8h: Atividades de voluntariado: trabalho de construção dos módulos do viveiro.

12h: Almoço e pausa para descanso.

14h: Ida à comunidade de Vista Alegre para realizar a atividade de canoagem e banho no rio.

19h: Jantar.

20h: Cinema com a comunidade do Carão.

 

Dia 6 – 21/09 - sexta-feira

7h30: Café da manhã.

8h: Atividades de voluntariado: trabalho de construção dos módulos do viveiro.

12h: Almoço e pausa para descanso.

15h: Ida para Anumã para curtir a tarde na praia de rio.

18h30: Jantar.

20h: Vamos nos despedir da RESEX com uma apresentação de boi (herança indígena) e oficina de carimbó oferecida pelos jovens da comunidade do Carão, hora de aprender os ritmos do Pará. Alguns quitutes paraenses serão disponibilizados para todos.

Dia 7 – 22/09 - sábado

7h30: Café da manhã.

8h30: Transporte para a comunidade de Anumã, onde pegaremos o barco que vai nos levar de volta a Alter do Chão.

11h: Transporte para Santarém.

12h: Fim da viagem.

DEPOIMENTOS DE QUEM FOI

"(...) foi muito mais do que liberdade, foi um mix de sensações e energias positivas, sem dúvida a melhor viagem da minha vida. Conheci pessoas incríveis, que têm tempo pra te olhar no olho e partilhar a vida, pessoas que têm um respeito imenso pela natureza e por suas tradições." - Eliana Rodrigues, professora, Brasília - participante da 2ª Expedição Amazônia.

Participei da expedição Amazônia no carnaval é realmente superou muito minhas expectativas. Vinha buscando uma viagem para a Amazônia mas que tivesse um diferencial, algo além do simples olhar turista ou passeios turísticos. E a experiência com a Iris Social foi muito além disso, proporcionou o contato com os locais, suas culturas, diferenças, costumes, uma simplicidade com alegria, algo que nos faz refletir sobre nós mesmos e entender muito em relação ao nosso país e sua dimensão." - Alessandro Catenaci, empresário, Curitiba - participante da 2ª Expedição Amazônia.

"A soma do turismo de base comunitária com o voluntariado, que era nova pra mim, fez dessa a viagem de maior significado que fiz, despertando meu interesse por mais experiências genuínas como essa. Por isso, é com saudades que eu digo que, se pudesse, voltaria em todas as edições da Expedição!” - Andréia Palhares, procuradora, Cuiabá - participante da 2ª Expedição Amazônia.

"Participar da Expedição Amazônia foi sem dúvida uma das experiências mais enriquecedoras que já tive!! Mas porquê vc disse isso Adriana? Porque foi como se eu estivesse conhecendo um pouco mais sobre mim mesma. Foi exatamente assim que me senti ao conviver com os ribeirinhos, as crianças, a Laisa...ao experimentar os sabores antes desconhecidos...ao conhecer o dia a dia simples e feliz daquelas pessoas. E ainda saber que contribui nem que seja um pouquinho com o projeto de reflorestamento da região." - Adriana Nascimento, bancária, Belo Horizonte - participante da 2ª Expedição Amazônia.

QUAL O IMPACTO SOCIAL DESTA VIAGEM?

O turismo é uma excelente ferramenta para transformação social, desde que realizado de maneira responsável. Ao estimular atividades de turismo de base comunitária, aquele guiado pelos próprios moradores, garantimos a valorização das culturas tradicionais brasileiras e ofertamos uma possibilidade de renda muito necessária para as famílias da região.

 

Nas atividades de voluntariado, contribuímos com a troca de vivências e com um investimento financeiro essencial para a continuidade dos trabalhos da nossa ONG parceira, o Projeto Saúde e Alegria, que há 30 anos vem trabalhando em conjunto com os moradores da RESEX.

 

Todas as atividades são planejadas para impactar vidas a longo prazo, com seriedade e respeito pelo modo de vida local e em cooperação com os moradores. Cooperatismo e não assistencialismo é a regra nesse trabalho.

 

Venha sentir com a gente o verdadeiro impacto deste roteiro da melhor maneira que sabemos: conhecendo as pessoas que vivem ali há gerações e que ajudam a tornar este roteiro único!

PARTICIPE DESSA EXPERIÊNCIA OLHO NO OLHO COM A GENTE!

acesse o programa completo com valores ;)

Quer ter preferência na hora de garantir sua vaga para a próxima edição da viagem?! Faça sua pré-inscrição e tenha uma semana de vantagem! 

Realização:
Apoio:

Razão Social: NSC TEICHMANN - ME

CNPJ: 27.510.905/0001­- 68

Agência devidamente cadastradano Cadastur: confira

+55 61 9 81580202

  • Instagram2016_col-64px
  • Facebook Social Icon
@social.iris